Corpo de Bombeiros orienta foliões para aproveitarem o Carnaval sem nenhum problema

Cuidados que devem ser tomados para que não ocorra imprevistos no Carnaval

Lido 494 vezes

Corpo de Bombeiros orienta foliões para aproveitarem o Carnaval sem nenhum problema
Estamos às vésperas do Carnaval, feriado festivo que, para a maioria das pessoas, é sinônimo de alegria e diversão. Para outras, é hora de descanso. Muitas famílias lotam os carros em direção ao litoral ou montanhas.

Mas para aproveitar melhor esse período são necessárias medidas preventivas, pois a mistura do calor da estação com álcool, viagem, praia, agitação, alimentação pesada e muita atividade física, pode acarretar em sérios problemas para a saúde.


Cuidados com o trânsito:

• Todo cuidado inicial para prevenção de acidentes começa na manutenção do veículo, seja na parte elétrica, hidráulica ou na mecânica (verificar o estepe, faróis, lanternas, combustível, nível de óleo de motor e freio, pneus, dentre outros);
• Atentar para a documentação obrigatória (Cédula de Identidade, Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo);
• Se beber, não dirija de jeito nenhum;
• Use o cinto de segurança. Isto é importante tanto para quem viaja no banco da frente quanto para quem está no banco de trás;
• No caso de algum problema mecânico ou elétrico, pneu furado ou acidente, remova o carro da pista, ligue o pisca alerta e sinalize o local (30 metros antes) com o triângulo;
• Mantenha a distância do carro da frente e procure fazer com que os outros mantenham distância de você. Assim é possível evitar acidentes em caso de freadas bruscas;
• Bebês, mesmo os recém-nascidos, não devem viajar no colo de suas mães. Em caso de colisão, o risco da criança se machucar é muito grande, para isso existem bebê-conforto e cadeirinhas especiais;
• Sempre que for necessário frear, acione o freio levemente utilizando sinais de mão para alertar o outro motorista antes de parar totalmente;
• Não ultrapasse os limites de velocidade;
• Respeite os pedestres;
• Dirija com cuidado. Crianças apenas no banco de trás;
• De moto ou bicicleta, use o capacete;
• A pé, atravesse sempre na faixa de pedestres e atente para o semáforo;
• Tenha tranqüilidade ao caminhar, olhe atentamente para os lados.


Cuidados com Afogamentos

O Corpo de Bombeiros recomenda atenção redobrada em praias, principalmente quanto à ingestão de bebidas alcoólicas. A ingestão de álcool leva à perda da noção de perigo e desrespeito às normas de segurança. É preciso tomar cuidado também com as crianças, que devem estar sempre sob a vigilância de um adulto, pois são as vítimas mais comuns de afogamento.

Já entre jovens e adultos, os afogamentos geralmente acontecem devido à ingestão de remédios ou bebidas alcoólicas antes de nadar. Há também ocorrências como traumas (bater a cabeça em algo maciço por ter saltado de alguma elevação para dentro d’água), acidentes com embarcações, ações de animais marinhos, desconhecimento do local de mergulho, excesso de confiança e exaustão de nadadores.


Dicas do Corpo de Bombeiros para prevenir acidentes em água:

• Evitar nadar sozinho;
• Não tomar bebida alcoólica antes de entrar na água;
• Não imergir em água após lanches e refeições;
• Não se afastar da margem;
• Não saltar de locais elevados para dentro da água;
• Não tentar salvar pessoas em afogamento sem estar devidamente habilitado;
• Prefira lançar objetos flutuantes (bolas, bóias, isopores, madeiras, pranchas e outros) ou então corda para salvar pessoas, ao invés da ação corpo a corpo;
• Não deixar crianças sozinhas sem a presença de um adulto responsável;
• Identifique nas proximidades a existência do salva-vidas e permaneça próximo a ele;
• Olhar a sinalização do local, pois a mesma indicará se ele é próprio para banho ou não;
• Evite brincadeiras de mau gosto, como os conhecidos "caldos";
• Evite navegar com carga em excesso;
• Tome cuidado ao caminhar sobre as superfícies rochosas, pois podem estar escorregadias, o que levaria a quedas e cortes;
• Somente conduza embarcações se for habilitado e permaneça longe dos banhistas;
• Instrua a criança do perigo existente ao entrar em águas mais profundas ou ficar só;
• Evite brincadeiras fingindo que está se afogando, pois além de perturbar a paz pública, havendo um afogamento verdadeiro as pessoas podem não dar importância, pensado se tratar de outra brincadeira de mau gosto;
• Em caso de problemas, ligue imediatamente para o Corpo de Bombeiros, para que o mesmo oriente e auxilie a vítima.



Cuidados sob o Sol

A mistura de calor, bebida e agitação podem acarretar em desidratação para o folião, pois o álcool é diurético e o calor faz com que o organismo perca uma quantidade significativa de líquidos. Atente também para o tempo de exposição aos raios solares, pois podem causar queimaduras, insolação e até mesmo câncer de pele.


Dicas para se evitar desidratação e queimaduras:

• Filtro solar é importantíssimo para quem pretende sair atrás do trio elétrico, escolas de samba ou blocos durante o dia. E também para os que pretendem ir à praia ou piscina, sem esquecer do horário para um bronzeamento saudável - até as 11 horas e depois das 16 horas;
• Cuidado ao levantar-se repentinamente após estar deitado muito tempo ao sol, pois podem ocorrer tonturas e até desmaios;
• Evite ficar horas deitado ao sol, lembre-se de beber bastante água, além de alimentar-se com regularidade (bloqueador solar é indispensável);
• Usar chapéu para se proteger, além de roupas e tênis leves e confortáveis;
• Para evitar a desidratação evite ingerir bebidas alcoólicas. Caso você consuma álcool, tente alterná-lo com água e não dirija. Neste caso, volte para casa de táxi ou de carona com um conhecido que não tenha ingerido bebidas alcoólicas;
• Nunca se deve beber em jejum. Evite bebidas destiladas, não misture tipos diferentes e tome cuidado com os exageros;
• O ideal é hidratar-se, dar preferência à água e sucos naturais, de dois a três litros por dia, evitando os refrigerantes, que possuem baixo poder de hidratação e muito açúcar;
• Água de coco também é bom, porque o folião tem muita sudorese. Ou bebidas isotônicas, que fazem a reposição eletrolítica por conter sódio, potássio e magnésio perdidos no suor.



Cuidados com a Alimentação

A alimentação também deve receber alguns cuidados. Procure fazer refeições balanceadas, que irão garantir a energia para tantos dias de festa, e observe as condições de higiene dos alimentos que você for consumir. Alimentos de difícil digestão, como a feijoada, devem ser cortados do cardápio de Carnaval e dos dias que o antecedem. Comidas com muito tempero e frituras também devem ser evitadas nesses dias.


Dicas para Evitar Problemas com a Alimentação:

• Jamais consuma refrigerante ou bebidas alcoólicas antes de ingerir algum alimento. Essas bebidas são muito agressivas para o tubo digestivo. Se sentir sede, tome um copo de água;
• Evite consumir refrigerantes, que não alimentam e fornecem grandes quantidades de açúcar;
• Não use o Carnaval como estratégia de emagrecimento. A grande quantidade de energia gasta durante as comemorações somadas a uma dieta rigorosa pode trazer conseqüências perigosas à saúde;
• Ingerir bebidas alcoólicas com moderação e nunca de estômago vazio. Além de calorias, o álcool pode levar ao quadro de hipoglicemia, ou seja, pouco açúcar no sangue;
• A pessoa também deve comer muitas frutas, que contêm alto teor glicêmico, como laranja, banana e melancia, e dar preferência às sopas e aos caldos. Recomenda-se também evitar comidas gordurosas e manter alimentação rica em fibras, que auxiliam no trânsito intestinal;
• Alimentar-se nos intervalos também é essencial, principalmente se o folião vai sair o dia todo atrás do trio elétrico. Então, entre um descanso e outro, é recomendável hidratar-se e comer algo nutritivo (barrinha de cereais é uma boa opção);
• Se mesmo depois de todas essas dicas você exagerar e, no dia seguinte, acordar mal, o importante é se hidratar, ser comedido na alimentação e, principalmente, na bebida.



Outros cuidados:

• Normalmente muitas pessoas que pulam Carnaval não fazem nenhuma atividade física durante o decorrer do ano e o organismo não é preparado para um ritmo mais acelerado. Essas pessoas precisam de mais cuidados, pois o exagero na hora da folia pode causar problemas.
• Antes de cair na folia é bom que se façam alguns exercícios de alongamento e relaxamento para evitar distensões e outras complicações mais graves.
• O grande problema depois da festa é o exagero na bebida, a conhecida ressaca. Por isso, o repouso é indispensável, além de muita água e suco de frutas, porque o álcool leva ao quadro de desidratação.
• Óbvia é a recomendação de não dirigir se tiver bebido. 90% dos acidentes nesta época são causados por distrações e excesso de bebidas. Ocorre nestes casos, diminuição dos reflexos, da capacidade de julgamento e de tomar decisões, além de sono, que pode levar a graves acidentes. O sono é fundamental. Tenha pelo menos seis horas de bom sono diariamente.
• Deve-se evitar ficar horas dentro de um salão fechado. A transpiração é inevitável. O ideal é usar roupas claras, leves e frescas, evitando a absorção do calor. Evite roupas de material sintético.
• Se houver sintomas de vômitos, diarréia e dor de cabeça, é recomendável ajuda médica; é primordial tomar cuidado com máscaras ou outros acessórios que podem dificultar a respiração, pois podem trazer fadiga.

- Parceiros/Conveniados -


Compartilhe

Comente