Policiais Rodoviários Federais, raspam a cabeça em apoio a crianças com câncer

Equipes da PRF visitaram o Hospital Oswaldo Cruz e levaram brinquedos. Ação de solidariedade faz parte de projeto de combate ao câncer infantil.

Lido 559 vezes

Superintendente da PRF em PE raspou a cabeça para apoiar crianças com câncer (Foto: Reprodução/TV Globo)
Policiais Rodoviários Federais tiveram uma missão diferente nesta quarta-feira (23). Os carros e motos oficiais foram utilizados para fazer a alegria de crianças com câncer no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC), no Recife. Além de donativos, os policiais foram levar esperança. E para apoiar às crianças, alguns aproveitaram para raspar a cabeça. 
O superintendente da PRF no estado, Valcir Correia, foi o primeiro a sentar na cadeira do barbeiro. Há seis meses se fazer a barba e deixando o cabelo crescer, Correia teve a cabeça raspada pelo menino Wesley dos Santos, um dos pacientes com leucemia que são atendido no hospital de referência.
Ansioso, Correia apontou que deixou o cabelo crescer justamente para dar mais sentido ao ato. É uma demonstração de solidariedade. Eles são heróis que estão resistindo pela vida e a gente está aqui para fazer a nossa parte, avalia o superintender.
Enfrentando a leucemia com bravura, Wesley acredita que atos como o de Correia ajudam a enfrentar a doença com mais força. Nos motiva mais a continuar nessa batalha, porque não é fácil não, mas se Deus quiser a gente consegue passar, defende o menino.
O evento faz parte da Campanha Nacional de Combate ao Câncer Infantil e, pela primeira vez, em Pernambuco, a Polícia Rodoviária Federal participou desse encontro com os pacientes do Grupo de Ajuda a Criança Carente com Câncer (GAC). A presidente do GAC estava emocionada. Essa alegria que a gente consegue para eles, melhora a imunidade. Com certeza, podemos melhorar os nossos resultados, avalia Vera Morais.
Os policiais rodoviários federais usaram hoje os carros para levar ajuda aos pacientes. Foram os próprios policiais que compraram brinquedos, leite e suplementos alimentares - uma doação que vai ajudar as crianças que fazem o tratamento da doença.
Compartilhe
- Parceiros/Conveniados -


Comente