Incêndio no presídio de Bento é controlado pelos bombeiros

Cinco celas ficaram danificadas e duas foram interditadas

Lido 165 vezes

Bombeiros usaram 8 mil litros de água para controlar as chamas Foto: André Fiedler / Agência RBS
O incêndio que atingiu o presídio no centro de Bento Gonçalves nesta segunda-feira, foi controlado em menos de uma hora pelo Corpo de Bombeiros. As chamas atingiram a ala onde ficam os detentos do regime semiaberto. Das cinco celas do albergue afetadas, duas, que dão acesso às demais, foram mais atingidas e devem ser interditadas.

O fogo teve início por volta das 6h, logo após a saída dos presos que apenas passam a noite no presídio. Conforme o capitão do Corpo de Bombeiros, Sandro Gonçalves, a suspeita é de que os detentos atearam fogo nos colchões. Os presos do regime fechado foram retirados das celas devido à fumaça e levados ao pátio. Ninguém se feriu. O local foi isolado pela Brigada Militar. A motivação do incêndio ainda não está esclarecida.

O Presídio Estadual de Bento Gonçalves tem capacidade para 158 detentos entre os regimes fechado e semiaberto. Nesta segunda, 83 estavam no semiaberto e 103 no fechado. Em 8 de maio deste ano, uma rebelião na unidade prisional destruiu duas das 11 celas. A Justiça havia interditado o presídio, que não poderia mais receber novos presos. Depois do incidente, o albergue foi a única ala do presídio desinterditada.
Compartilhe
- Parceiros/Conveniados -


Comente