Como prevenir problemas causados pelo tempo seco!

Se previna o mais rápido possível.

Lido 4583 vezes

O clima seco e a baixa umidade podem ressecar as mucosas, e o acúmulo de poluentes no ar também pode deixar o corpo mais vulneráveis a problemas alérgicos e respiratórios, como irritações nos olhos, nariz, garganta e pele. Mas existem algumas medidas simples que ajudam a aliviar ou prevenir estes sintomas.
*Cuidados com a pele – O tempo seco diminui a camada natural de proteção da pele, que fica ressecada, e em consequência causa coceiras e descamação. Algumas doenças de pele também podem surgir ou se agravar com a baixa umidade, como a dermatite atópica, uma alergia crônica que pode formar crostas e soltar secreções, e a psoríase, doença inflamatória que geralmente forma lesões nos joelhos, cotovelos e no couro cabeludo. Veja como se proteger: Tome banhos rápidos, sem bucha e com água morna;
Use sabonetes neutros e, após o banho, segue a pele suavemente;
Tenha sempre ao seu alcance hidratantes labiais e corporais;
Beba muita água.
*Como melhorar a respiração com o tempo seco – Sensação de ardência na garganta, dificuldades para engolir, falta de ar e tosse são alguns dos desconforto provocados pelo clima seco, que, também, deixa as pessoas mais propensas às infecções , como asma, sinusite e rinite. Para minimizar os problemas, especialistas costumam recomendar as seguintes medidas: Beba bastante água – cerca de dois litros por dia;
Se exercite na hora certa – evite exercícios físicos durante 10h e 17h (quando o ar está menos úmido) e prefira ambientes com clima regulado, como academias;
Umedeça o ambiente – use umidificadores de ar ou coloque bacias de água em casa. Evite ar-condicionado, pois resseca o ambiente;
Lave o nariz – aplique soro fisiológico algumas vezes ao dia;
Deixe a casa sempre limpa e arejada – o acúmulo de poeira aumenta problemas alérgicos e respiratórios;
Evite aglomerações – locais fechados e com grande concentração de pessoas, como shopping e supermercados, podem acentuar as dificuldades respiratórias.


Compartilhe
- Parceiros/Conveniados -


Comente